Dentista engana pacientes e tenta vender tratamento falso por R$ 37 mil

Um dentista de Ponta Grossa (PR) diagnosticou cinco pacientes com uma doença inexistente e ofereceu a eles um tratamento..

Redação - 02 de outubro de 2019, 13:57

Banco de imagens/Unsplash
Banco de imagens/Unsplash

Um dentista de Ponta Grossa (PR) diagnosticou cinco pacientes com uma doença inexistente e ofereceu a eles um tratamento falso que custa R$ 37 mil, segundo o MPPR (Ministério Público do Paraná). A denúncia contra o profissional, que não teve o nome revelado, foi aceita em setembro pela justiça do estado.

De acordo com o MPPR, o profissional informava às vítimas que elas tinham uma bactéria agressiva na boca, que precisava ser combatida o mais rápido possível, caso contrário poderia evoluir e causar um câncer.

Para tratar a suposta doença, segundo a denúncia, o dentista dizia às vítimas que seria necessário utilizar uma técnica inovadora da área da odontologia, à base de laser e oxigênio. Os tratamentos custavam entre R$ 17 mil e R$ 37 mil.

O profissional, informou o MPPR, dizia que tinha conhecido o tratamento inovador nos Estados Unidos. A informação de que o procedimento existe, ainda de acordo com o MPPR, foi desmentida pelo Conselho Regional de Odontologia.

Segundo a denúncia, nenhuma das pessoas chegou a fazer o tratamento, pois conversaram com outros profissionais, que descartaram a existência de tal bactéria.