Deputado cobra providências contra roubo de fiação no Litoral

Roubo de fios de energia pública vem prejudicando os moradores do litoral do Estado. Deputado Romanelli pede ação da polícia.

Redação - 09 de maio de 2022, 13:07

foto/divulgação
foto/divulgação

 

O deputado Luiz Claudio Romanelli (PSD) encaminhou nesta segunda-feira, 9, requerimento para que a Secretaria Estadual de Segurança Pública adote providências urgentes, como reforço do policiamento, para evitar o furto de fios de energia em vias públicas, especialmente de cobre, em cidades do Litoral paranaense.

“O pedido se justifica em razão das inúmeras ocorrências que estão ocorrendo em diversas regiões do Litoral neste período de baixa temporada. Além de inúmeros prejuízos financeiros, a ação dos bandidos provoca apagões e leva medo aos moradores das cidades litorâneas”, disse Romanelli.  

Romanelli é autor, em conjunto com o deputado Tercílio Turini (PSD) do/ projeto de lei que visa coibir furtos de cabos de cobre e de alumínio. A proposta que está tramitando na Assembleia Legislativa proíbe a aquisição, estocagem, comercialização, reciclagem, processamento e transporte de materiais sem a comprovação de origem. A legislação prevê multa para quem for flagrado com material sem procedência.

“Ao cobrar a procedência dos itens, a medida busca dificultar a comercialização dos materiais roubados. É tipo de um crime que está se espalhando pelo Estado e que precisa ser combatido”, avalia Romanelli.  Além de cabos de rede elétrica, telefonia, TV a cabo e internet, o projeto também cobra a procedência de placas, adereços, esculturas e portas de túmulos feitos de cobre, bronze ou qualquer outro material.

Os problemas acarretados pelos furtos vão desde a interrupção no fornecimento de energia a sinais de trânsito comprometidos e redes de telefonia inoperantes, afirma a justificativa do projeto. "Os custos para o poder público são altos, pois é necessária a reposição rápida do material levado. Os custos também são altos para moradores e comerciantes", sustenta Romanelli.