Detectores de metais podem ser obrigatórios em escolas do Paraná

Lorena Pelanda - BandNews FM Curitiba


As escolas do Paraná poderão ser obrigadas a instalar detectores de metais. A medida faz parte de um projeto de lei que começou a tramitar na Assembleia Legislativa do Paraná. A proposta quer que a passagem de qualquer pessoa aos estabelecimentos de ensino passe pelo equipamento.

Segundo o autor do projeto, deputado e também presidente da Assembleia, Ademar Traiano, a ideia surgiu após as ocorrências que envolvem estudantes armados dentro das escolas.

“Brutalidade que estamos assistindo e ocorreu na cidade de Suzano é que nos venhamos a buscar alternativa segura de proteção de escolas, dos alunos e professores. Entendo que o estado não tenha disponibilidade em ter policiais permanentes em todas as instituições e que esse seria um caminho seguro. Ao ter um detector de metal na entrada de uma escola, estaríamos inviabilizado a possibilidade de alguém entrar armado dentro de um estabelecimento de ensino”, argumentou.

Caso o projeto de lei seja aprovado, as instituições terão um ano para providenciar toda a estrutura necessária para o cumprimento da norma. O caso mais grave no Paraná foi registrado em setembro do ano passado, quando dois adolescentes de 15 anos entraram no Colégio Estadual João Manoel Mondrone, em Medianeira, no Oeste do estado, e atacaram colegas de classe. Os jovens estavam com um revólver, uma faca e explosivos feitos artesanalmente. Dois adolescentes ficaram feridos no ataque.

Leia também:

>>> Paraná teve média de dez escolas ou creches alvos de crimes por dia em 2018

>>> Após ataque em SP, escolas vulneráveis serão as primeiras a receber reforço na segurança no PR

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="606085" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]