Detritos da chuva afetam abastecimento de água em Curitiba e RMC

Cerca de 130 mil moradores de Curitiba, Colombo e Pinhais podem ficar sem água, segundo a Sanepar; veja a relação dos bairros afetados.

Redação - 01 de junho de 2022, 11:59

Foto/Sanepar
Foto/Sanepar

A chuva contínua que cai sobre Curitiba e Região Metropolitana durante essa semana tem prejudicado a qualidade da água dos rios que abastecem as estações de tratamento da Sanepar. Nesta quarta-feira (1), a empresa reduziu a produção da estação de tratamento Iraí por conta do excesso de detritos.

A redução na produção vai afetar o abastecimento de moradores de Curitiba, Colombo e Pinhais. Cerca de 130 mil pessoas podem ficar sem água, segundo a Sanepar.

Em Curitiba, pode faltar água nos seguintes bairros:

  • Bairro Alto, Tarumã, Bacacheri, Capão da Imbuia, Jardim Social, Atuba e Santa Cândida.

Em Pinhais, o bairro Alphaville Graciosa pode ter o abastecimento comprometido, mesma situação dos bairros Atuba, Campo Pequeno, Colombo, Osasco, Santa Fé e Curitibanos, de Colombo.

A previsão é que a normalização ocorra por volta do meio-dia de quinta-feira (2).

A Sanepar explicou que o material carreado aos rios em função das chuvas altera significativamente a cor da água, o que requer que o processo de tratamento seja mais demorado para assegurar a qualidade.

Podem ficar sem água durante este período os clientes que não possuem caixa-d’água no imóvel, conforme recomendação da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas). A Sanepar sugere que cada imóvel tenha uma caixa-d’água de pelo menos 500 litros. Assim, é possível ter água por 24 horas, no mínimo.

A orientação é evitar desperdícios.

O Serviço de Atendimento ao Cliente Sanepar é feito pelo telefone 0800 200 0115, que funciona 24 horas. Ao ligar, o consumidor deverá ter em mãos a conta de água ou o número de sua matrícula.