Dia dos professores será marcado por protestos em Curitiba

Redação

protesto-app-sindicato

O dia dos professores, comemorado nesta terça-feira (15) em todo o Brasil, será marcado por protestos de educadores em Curitiba. As principais reivindicações da classe são o fim da licença-prêmio – benefício que dá aos servidores o direito de se ausentar por três meses seguidos depois de trabalhar por cinco anos -, além do pagamento da data-base e o descongelamento do plano de carreira da categoria.

Às 9h, os professores da rede estadual vão se concentrar em frente do Palácio Iguaçu, no Centro Cívico, sede do governo estadual. “Viemos de um período, nestes últimos três anos, de ataques severos e de retiradas de direitos. A nossa categoria trabalha sob condições estafantes e agora mais esta ameaça. Precisamos nos unir e cobrar respostas urgentes sobre esse tratamento”, disse em nota o presidente da APP-Sindicato, professor Hermes Silva Leão.

Professores da rede municipal protestam no bairro Portão

Já os professores da rede municipal farão um protesto na Escola Adventista do Portão, às 18h, na Rua Frei Gaspar Madre de Deus, número 707, no bairro Portão. No local ocorre um evento promovido pela prefeitura de Curitiba para celebrar o dia do professor.

Os educadores protestam pela falta de profissionais, pagamento da data-base e descongelamento do plano de carreira da categoria, segundo o Sismmac (Sindicato dos Servidores do Magistério Municipal de Curitiba), que organiza a ação em parceria com o Sismuc (Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Curitiba).

Previous ArticleNext Article