Diretor da Prefeitura de Curitiba é morto a tiros

Uma reação durante uma tentativa de assalto pode ter provocado os disparos que resultaram na morte do servidor.

Redação - BandNews FM Curitiba - 30 de maio de 2022, 08:19

Foto: Reprodução/Band TV
Foto: Reprodução/Band TV

O diretor do Departamento de Pontes e Drenagem, da Secretaria Municipal de Obras Públicas de Curitiba, Augusto Meyer Neto, foi morto a tiros na noite deste domingo (30). Uma reação durante uma suposta tentativa de assalto pode ter provocado os disparos que resultaram na morte do servidor.

De acordo com a Polícia Militar (PMPR), o caso aconteceu por volta das 19h30. Augusto Meyer Neto foi surpreendido por cerca de três assaltantes quando chegava em casa, no bairro Santa Cândida. Ele foi baleado pelo menos duas vezes.

Unidades do Siate e do Samu foram acionadas, mas ele não resistiu aos ferimentos e morreu no local. O engenheiro tinha 61 anos.

"Quando a gente abordou a ambulância do Siate prestando atendimento, eles já havia colocado ele dentro da ambulância, mesmo com a chuva intensa. A equipe nos informou que a própria Polícia Militar iniciou em via pública os procedimentos de reanimação. Inicialmente foi identificado um tiro no ombro e outro que ficou alojado na região do abdômen. Ele encontrava-se em parada cardiorrespiratória, foram tentadas manobras, inclusive cirúrgicas na tentativa de reanimação, mas as lesões eram muito graves, incompatíveis com a vida", afirmou o médico do Siate Marcelo Sechi, em entrevista à TV Band.

Imagens capturadas por câmeras de segurança mostraram a ação. Após os disparos, os três suspeitos fugiram e até o momento não foram localizados. A Polícia Civil investiga a autoria e a motivação do crime.

PREFEITURA LAMENTA A MORTE DE AUGUSTO MEYER NETO

A morte do diretor do Departamento de Pontes e Drenagem, da Secretaria Municipal de Obras Públicas de Curitiba, Augusto Meyer Neto, durante uma tentativa de assalto na noite deste domingo (29), causou consternação nas redes sociais.

O prefeito Rafael Greca postou uma foto ao lado do engenheiro morto e se disse "desolado" pela violência e perda do servidor. Greca também não descartou a possibilidade de uma emboscada, a ser investigada pela polícia.

Prefeito Rafael Greca e o engenheiro Augusto Meyer Neto. Foto: Reprodução/Facebook

"#Luto. Na noite de ontem perdemos tragicamente nosso colega Engenheiro + Augusto Meyer Neto(62 anos) - da Secretaria Municipal de Obras Públicas. Por assassinato, motivado por suposta tentativa de assalto ou emboscada. Levou 4 tiros, não resistiu. A equipe Siate tentou fazer cirurgia toráxica de emergência a caminho do Cajuru mas o óbito aconteceu. Roguemos a Deus pela Sua Passagem com auxílio de Anjos consoladores. E peçamos pela sua Família e por todos nós. Nesta vida somos uma soma de instantes. E, num instante, não somos nada. Margarita e eu estamos desolados. Nossa equipe e nossos amigos vereadores também", disse o prefeito.

O vice-prefeito da Capital, Eduardo Pimentel, também lamentou a morte precoce e destacou o conhecimento do servidor no sistema de drenagem da cidade.

"Muito triste com a notícia da morte precoce do servidor Augusto Meyer Neto, assassinado em uma tentativa de assalto agora a noite. Tive a oportunidade de trabalhar com ele quando fui secretário de Obras Públicas de Curitiba. Foi nosso competente e parceiro diretor de Pontes e Drenagens da Prefeitura. Sempre muito prestativo, conhecia como ninguém todo o sistema de drenagem da nossa capital. Meu sentimentos aos familiares e amigos, que Deus conforte a todos", disse Eduardo.

A prefeitura decretou três dias de luto oficial pela morte do servidor.

O corpo de Augusto Meyer Neto foi levado ao IML (Instituto Médico Legal). Até o fechamento dessa matéria ainda não haviam informações sobre o velório e o sepultamento do servidor.

Com informações da Bandnews Curitiba.