Disque 181 da polícia recebe 350 denúncias por dia

O coordenador estadual do Disque-Denúncia 181, o capitão da Polícia Militar (PM), Edivan Fragoso, apresentou um balanço ..

Andreza Rossini - 24 de outubro de 2018, 15:17

Foto: Pixabay
Foto: Pixabay

O coordenador estadual do Disque-Denúncia 181, o capitão da Polícia Militar (PM), Edivan Fragoso, apresentou um balanço dos resultados do serviço aos vereadores da Câmara Municipal de Curitiba (CMC) nesta quarta-feira (24).

Ele participou da Tribuna Livre, espaço que o Legislativo dedica semanalmente a um representante da sociedade civil, a convite do vereador Thiago Ferro (PSDB).

Criado para receber queixas da população, o Disque 181 já recebeu 444,9 mil denúncias, sendo 51.546 no novo sistema, que expandiu as possibilidades de participação da população, antes restritas a casos de narcotráfico. Hoje o serviço recebe queixas referentes a 48 tipos de crime: tráfico de drogas, tráfico de pessoas, violência, racismo, dano ao patrimônio, roubo de caixa eletrônico, receptação, jogos de azar, corrupção, roubo, estelionato e crimes de internet, por exemplo.

“O que fazemos é diferente do 190, para o qual você liga quando existe um fato acontecendo. O 181 é para prevenção”, afirmou Fragoso. Com uma média de 350 denúncias por dia, feitas de todo o Paraná, as informações anônimas recebidas pela central são analisadas e distribuídas aos órgãos de inteligência da segurança pública. “Não há como ter um guarda em cada esquina, mas em cada esquina há um cidadão que pode ser os olhos e ouvidos da sociedade”, comentou.

Nesse tempo de existência, as ligações recebidas pelo Disque-Denúncia levaram à apreensão de 793 toneladas de maconha, 10 toneladas de crack, 16 mil pedras de crack e 3,1 mil armas de fogo. Com informação obtida da população, foram detidos 44 mil homens, 7,4 mil mulheres e 17,4 mil jovens. “O narcotráfico ainda é o que mais motiva denúncias ao 181”, explicou Fragoso.