Econorte reverte decisão na Justiça e sobe o pedágio em 25% em três praças no Paraná

A concessionária Econorte conseguiu reverter no STJ (Superior Tribunal de Justiça) uma decisão que determinava a redução..

Redação - 05 de fevereiro de 2020, 18:10

Foto: Divulgação Econorte
Foto: Divulgação Econorte

A concessionária Econorte conseguiu reverter no STJ (Superior Tribunal de Justiça) uma decisão que determinava a redução de 25,77% nas tarifas de pedágio das praças de Jacarezinho (BR-153), Jataizinho (BR-369) e Sertaneja (PR-323). Por isso, os preços serão reajustados a partir da 00h desta quinta-feira (06).

Conforme o comunicado da Econorte, os preços voltarão ao antigo patamar. Carros, caminhonete e furgões passam a pagar R$ 22,70 em Jacarezinho, R$ 24,60 em Jataizinho e R$ 21,10 em Sertaneja. Motos pagam, respectivamente, R$ 11,40, R$ 12,40 e R$ 10,60.

Consulte a tabela completa:

ECONORTE NA LAVA JATO

A concessionária foi obrigada a reduzir o preço do pedágio na esteira das investigações da Operação Lava Jato. A empresa foi alvo da Operação Integração, desdobramento que investigou a concessão de rodovias federais e estaduais no Paraná.

À época, em fevereiro de 2018, foram presos os ex-diretores do DER-PR (Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná) e da Econorte. Ambos assinaram acordos de delação premiada e reconheceram os pagamentos de propinas para fraudar os contratos.