Por elefanta, fronteira entre Brasil e Argentina é reaberta após 49 dias

Redação

elefanta mara, elefante, santuário dos elefantes, fronteira, brasil, argentina, foz do iguaçu, puerto iguazu, buenos aires, prf

A fronteira entre o Brasil e a Argentina foi reaberta nesta segunda-feira para a passagem da elefanta Mara. O local estava fechado havia 49 dias devido à pandemia do coronavírus (Covid-19). Veja o vídeo abaixo.

Conforme a PRF (Polícia Rodoviária Federal), a passagem foi realizada pela Ponte Tancredo Neves, na fronteira do Brasil, em Foz do Iguaçu, com a Argentina, em Porto Iguaçu.

O destino final do animal é o Santuário de Elefantes do Brasil, na Chapada dos Guimarães (MT). A viagem de 2.750 km está prevista para terminar na próxima quarta-feira (13).

A elefanta Mara recebe a escolta da PRF. O comboio acompanhará o animal por todo o trajeto, que passará pelos estados do Paraná, Mato Grosso do Sul e Mato Grosso.

Conforme as autoridades brasileiras, Mara nasceu na Índia e tem entre 50 e 54 anos. A elefanta de 5.750 kg foi comprada por um cativeiro na Alemanha antes de chegar à América do Sul.

Em 1970, a elefanta foi trazida para o Uruguai, onde vez parte do Circo “África”. Posteriormente, fez parte do Circo “Sulamericano”, na Argentina, até o grupo decretar falência.

Uma ação judicial levou o animal para o antigo zoológico de Buenos Aires — atualmente conhecido como Ecoparque de Palermo. Aposentada, a elefanta Mara agora deve receber o devido tratamento no Santuário dos Elefantes.

Conforme a Secretaria do Meio Ambiente de Buenos Aires, a transferência da elefanta será um marco devido à complexidade sanitária, logística e administrativa envolvida no processo de transferência.

Previous ArticleNext Article