Eleições 2022: urnas eletrônicas são testadas em Curitiba

Exercício busca testar a integração dos sistemas e identificar possíveis erros, para que sejam corrigidos antes das versões oficiais.

Redação - 20 de junho de 2022, 10:41

Foto: Jessica Herlain/TRE-PR
Foto: Jessica Herlain/TRE-PR

Urnas eletrônicas que serão utilizadas nas Eleições 2022 começaram a ser testadas nesta segunda-feira (20) em Curitiba. O exercício faz parte do 1º Teste em Campo dos Sistemas de Totalização e Ecossistema da Urna de 2022, promovido pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

De acordo com o TSE, o teste acontece entre hoje e sexta-feira (24) na sede do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR).

A finalidade é testar a integração dos sistemas e identificar possíveis erros, para que sejam corrigidos antes das versões oficiais. São testados vários cenários de todos os sistemas envolvidos na eleição. Depois desses testes, os erros identificados são corrigidos para a lacração dos sistemas.

Aproximadamente cem pessoas vão participar dos testes presencialmente, entre técnicos e analistas de Tecnologia da Informação. Elas integram equipes do TSE e também de outros TREs.

“Os testes são importantíssimos e têm como objetivo principal a homologação dos sistemas eleitorais relativos à totalização e divulgação dos resultados das eleições, preparação e carga de urna e votação”, aponta o presidente da Justiça Eleitoral do Paraná, desembargador Wellington Emanuel Coimbra de Moura.

Para as Eleições 2022, o TRE-PR conta com 29.947 urnas eletrônicas disponíveis. O novo modelo, de 2020, representa 12.221 equipamentos desse total.