Empresária sugere cortar alimento e remédio para pessoas que respeitam isolamento

Redação

empresária curitiba isolamento

A empresária Cristiane Deyse Oppitz, de Curitiba, viralizou nas redes sociais aos sugerir que as pessoas que respeitam o distanciamento social sejam marcadas com um laço vermelho. Na visão dela, essas pessoas não devem ter direito à serviços de Saúde e alimentação.

Contudo, vale lembrar que o isolamento social é uma das medidas de combate à transmissão do novo coronavírus e recomendação da OMS (Organização Mundial da Saúde).

”As pessoas que não querem sair do confinamento, que não querem trabalhar, fazer a economia girar porque o mais importante é a vida, marquem com um laço vermelho na porta ou quando for sair, coloque uma fita vermelha. Aí nós vamos identificar você como pessoa que não quer fazer parte deste grupo que quer trabalhar”, diz a empresária.

“Então você não vai ser assistido em momento algum. Você não vai ter médico, farmácia, supermercado… O porteiro também não vai poder lhe atender por conta da marca da sua porta. Você vai ficar em isolamento total até que passe esse grande vírus. Assim, toda a alimentação produzida vai para as pessoas que estão contribuindo – e não para as pessoas que não querem contribuir”, completa ela no vídeo publicado no fim de março.

Veja o vídeo:

@cristianedeyseoppsolução para os contra as medidas do mito ##mito ##bolsonaro ##quarentena♬ som original – cristianedeyseopp

RESTAURANTE ASSOCIADO À EMPRESÁRIA DE CURITIBA DIVULGA NOTA

Cristiane Deyse Oppit é uma das sócias do restaurante Verd & CO, especializado em alimentação saudável em Curitiba. Contudo, o estabelecimento emitiu uma nota de esclarecimento nesta terça-feira (21), afirmando que Cristiane não faz parte da gestão da empresa há meses.

Entretanto, o restaurante também diz que ela continua fazendo parte do quadro societário até que a empresa termine de comprar as cotas.

Por fim, o Verd & CO ressaltou que suspendeu as atividades por causa da pandemia do coronavírus no dia 19 de março, sendo um dos primeiros restaurantes de Curitiba nesta

“A VERD & CO. informa que sua loja física esta fechada para o apoio na contenção da covid-19, que está entre os primeiros restaurantes da cidade, que suspendeu suas atividades de forma espontânea para preservação da vida”, diz a nota.

Previous ArticleNext Article