Empresário de Maringá é suspeito de feminicídio

Carla Guedes - Metro Jornal Maringá

Homem de 37 anos teria matado a ex-namorada, Daniela Lima, 28, com um tiro no peito, após abordá-la na porta de casa, na madrugada de ontem. Ele está foragido

Um empresário de 37 anos é suspeito de matar a ex-namorada, Daniele da Silva Lima, 28, com um tiro no peito, em Maringá, no norte do Paraná. Ele foi visto no local do crime por vizinhos, segundo a Polícia Civil. Daniele foi baleada na madrugada de ontem. Ela chegou a ser encaminhada para o hospital e foi submetida a uma cirurgia, mas não resistiu ao ferimento.

De acordo com o delegado Luiz Henrique Vicentini, Daniela e o atual namorado chegava à casa dela, no Jardim Campo Belo, em Maringá, quando foram abordados pelo suspeito. Ele teria batido no vidro do carro do casal com um revólver. “O motorista se assustou e arrancou com o carro, mas o suspeito fez quatro ou cinco disparos”, disse Vicentini. Um dos tiros atingiu o coração de Daniele, que tinha uma filha de 3 anos. O suspeito está foragido.

O delegado diz que o relacionamento de Daniele com o suspeito terminou há três meses. “Ele passou a persegui-la, ia até o local de trabalho dela, mandava flores e presentes, enviava mensagens e pedia para voltar”. Ela estava com o novo namorado há um mês.

Vizinhos contaram à polícia que o carro do empresário, um Honda Civic preto, estava parado perto da residência. Uma câmera de vigilância registrou a aproximação. “A vítima chegou a comentar com o namorado, quando chegaram em casa, que era o ex que estava ali”. disse Vicentini. “Foi um crime de origem passional, cometido com violência contra uma mulher. Ele é o principal suspeito e a única linha de investigação da polícia”.

Previous ArticleNext Article