Empréstimo para agilizar Inter 2 deve ser votado no plenário da Câmara

Francielly Azevedo - CBN Curitiba

Os dois empréstimos voltados à mobilidade urbana protocoladas pela Prefeitura de Curitiba na Câmara Municipal já podem ir para votação em Plenário. As operações de crédito, no valor de R$ 420 milhões, dependem da avaliação do legislativo para serem contratadas junto aos financiadores. As propostas, que tramitam em regime de urgência, já passaram por todas as comissões competentes da casa de leis municipal e agora seguem a plenário.

A maior parte dos investimentos será utilizado para melhorias na linha Inter 2, que transporta diariamente cerca de 91 mil passageiros. A Prefeitura pretende conseguir junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), o montante de US$ 106 milhões, que equivale a cerca de R$ 405 milhões.

O Inter 2 conecta os cinco eixos estruturais da capital, por meio de seis terminais e 13 estações-tubo, sem passar pelo Centro. Ele foi implantado em 1992, com uma velocidade média operacional de 32 km/h, que hoje caiu para 22 km/h.

Segundo Olga Prestes, coordenadora de transporte e mobilidade do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc) o projeto prevê a ampliação da velocidade e capacidade do Inter 2. “A ideia é revitalizar todo itinerário da Linha Inter 2. Os ônibus compartilham espaço com os carros e a linha está deixando de ser eficaz. Então a proposta é criar faixas exclusivas, canaletas exclusivas, dando prioridade para o transporte coletivo”, afirmou.

Segundo a Prefeitura, a linha, com exceção do sistema de BRT, possui o maior número de passageiros da cidade e atualmente compartilha as vias públicas com os automóveis.

Conforme Olga Pretes, o investimento na Linha Inter 2 atende uma demanda identificada numa pesquisa de origem e destino do transporte coletivo, realizada pelo Ippuc no último biênio. Ao todo, serão recuperados 70 km viários na cidade.
“Todo este 70 km envolve o itinerário da linha e algumas vias de acesso. Porque ao se implantar as faixas exclusivas, algumas vias terão que virar mão única. O pedestre também sairá ganhando, porque no entorno disso haverá revitalização das vias, das calçadas, da acessibilidade, então todos saem ganhando”, ressaltou.

A expectativa é que as melhorias resultem no aumento de 30% no uso do transporte coletivo pelos curitibanos, o que diminuiria o número de veículos na cidade e, consequentemente, o trânsito fluiria melhor. “Você deixa seu carro em casa, quando tem algum ganho, principalmente o ganho de tempo. Então o que move as pessoas é isso o ganho de tempo e a economia, e os passageiros terão isso. Com as melhorias a ideia é isso, as pessoas despertarem para o nosso sistema de transporte”, destacou.

O outro empréstimo seria para elaboração de diversos projetos executivos para futuras obras, como a construção do novo Terminal do Capão da Imbuia. A ideia é conseguir, por meio do programa “Avançar Cidades – Mobilidade Urbana Grupo 2”, do governo federal, o montante de R$ 15 milhões junto à Caixa Econômica Federal.

Os estudos e projetos contemplariam obras de infraestrutura viária no eixo Conectora 3; melhorias na infraestrutura da Rede Integrada de Transporte (RIT); requalificação da rua Francisco Mota Machado; construção do novo Terminal Capão da Imbuia; criação de uma interseção em desnível no cruzamento das vias Prefeito Lothário Meissner, Alberto Twardowski e Engenheiro Ostoja Roguski; e implantação de três estações-tubo na Linha Verde.

As dotações necessárias às amortizações e aos encargos anuais, relativos aos dois contratos de financiamento, deverão ser consignados em orçamentos do Município ou créditos adicionais. Ambos os projetos autorizam o prefeito a abrir créditos adicionais destinados aos pagamentos das obrigações decorrentes das operações de crédito.

As mensagens foram protocoladas no dia 15 de julho em regime de urgência pelo Executivo com prazo de 45 dias para aprovação. Porém, como a Câmara estava em recesso parlamentar, a contagem começou em 1º de agosto. Com isso, o prazo para deliberação do plenário é 16 de setembro.

Previous ArticleNext Article