Enfermeira é a primeira vacinada contra covid-19 em Curitiba

Redação

covid-19 curitiba vacinação curitiba enfermeira

A enfermeira Silvana Maria Bora, que atua na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Boa Vista, foi a primeira pessoa vacinada contra a covid-19 pela prefeitura de Curitiba. Ao lado do prefeito Rafael Greca (DEM), ela recebeu a primeira dose da Coronavac no braço direito com aplicação da secretária municipal de Saúde, Márcia Huçulak.

A primeira fase da vacinação se concentra no pavilhão do Parque Barigui, que terá 52 boxes até o próximo dia 26. A expectativa é que 250 profissionais de saúde sejam vacinados hoje.

Além da enfermeira Silvana, outras quatro pessoas que atuam no combate à covid-19 também foram imunizadas:

  • Elizabete Moraes Silva, médica intensivista do Hospital do Idoso;
  • Claudia Maria dos Santos, técnica de enfermagem da Unidade de Saúde Capanema;
  • Thais Ribeiro Dessanti, integrante da equipe de higienização e limpeza do Hospital Vitória;
  • Igor Kazuo Onaka, médico intensivista do Samu de Curitiba;

Além de Greca e Huçulak, o evento contou com as presidentes do vice-prefeito Eduardo Pimentel, o secretário de estado da Saúde, Beto Preto, e o presidente da  SBI (Sociedade Brasileira de Infectologia) Clóvis Arns, que atua como conselheiro do município durante a pandemia.

VACINAÇÃO DE CURITIBA SEGUE EM ASILOS

Após a vacinação iniciada no pavilhão do Parque Barigui, as equipes da Prefeitura de Curitiba se deslocam às instituições de longa permanência (ILPs) para aplicar as vacinas nos moradores, funcionários e cuidadores de idosos.

O primeiro local atendido é o Pequeno Cotolengo, no bairro Campo Comprido, onde 218 pessoas serão vacinadas. A expectativa é que 825 pessoas tomem a primeira dose da Coronavac ainda hoje e que todos os envolvidos nas 127 instituições de longa permanência sejam vacinados até a próxima semana.

Conforme o último boletim, Curitiba acumula 2.499 mortes e 122.998 casos de covid-19. De acordo com a prefeitura, 111.506 pessoas já estão liberadas do isolamento e já consideradas recuperadas. Contudo, são 8.993 casos ativos (pessoas capazes de transmitir o vírus) e 82% das UTIs estão ocupadas.

Previous ArticleNext Article