Escolas municipais e CMEIs se preparam para volta às aulas no dia 18 de fevereiro

Redação

escolas municipais, escolas, cmei, cmeis, reforma, melhorias, ensino híbrido, ensino remoto, pandemia, covid, covid-19, coronavírus, volta às aulas

As escolas municipais e CMEIs (Centros Municipais de Educação Infantil) de Curitiba recebem obras e se preparam para a volta às aulas presenciais a partir do dia 18 de fevereiro. As melhorias acontecem em 60 unidades. Entre as obras de melhoria estão intervenções em banheiros, pintura, rede elétrica, telhados, refeitórios e portas.

Devido à pandemia do coronavírus, em 2021, a volta às aulas terá as opções híbrida ou remota. Assim, parte dos estudantes recebem o conteúdo na escola, enquanto outra parte continua assistindo às videoaulas pela TV Escola Curitiba. Caberá às famílias escolher qual o modelo mais adequado para cada contexto social.

A coordenadora de Obras da Educação, a arquiteta Flávia Gomes, explica que, principalmente nas escolas, são feitas diversas melhorias nas instalações sanitárias. “As reformas são definidas conforme a prioridade”, afirma.

  • O CAIC Bairro Novo, no Sítio Cercado, com mais de 1,2 mil estudantes matriculados, é uma das unidades beneficiadas e está recebendo nova pintura interna.
  • O CMEI Maria Viezzer Hermann, no bairro Vista Alegre, recebe uma reforma do piso ao teto nestas semanas que antecedem o retorno das crianças.

Os pisos internos e externos estão sendo trocados, a unidade ganha pintura interna e externa, além de novos banheiros para funcionários, lâmpadas de led nas salas, entre outras melhorias. São cerca de R$ 70 mil investidos nesse CMEI.

  • A Escola Municipal Eny Caldeira, no Bacacheri, passa por pintura, troca de pisos, instalação de luminárias e revisão da rede elétrica. Também recebe reparos nos pisos, paredes e janelas de uma sala de aula que foi danificada devido a um incêndio, em dezembro do ano passado.

A ação dos Bombeiros foi rápida e evitou que o fogo se alastrasse para as demais salas. Não houve vítimas, a escola estava vazia. A causa provável teria sido um curto-circuito.

A unidade, inaugurada em 1973, tem cerca de 850 estudantes matriculados, da educação infantil e Ensino Fundamental.

O Programa Escola Bem-Cuidada, da Prefeitura de Curitiba, investiu cerca de R$ 48 milhões em infraestrutura das escolas e CMEIs desde 2017. O valor inclui manutenção predial, novas obras e melhorias, além de equipamentos.

*Com informações da SMCS

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="742101" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]