Escolha do formato das aulas é adiada para 19 de fevereiro

Joyce Carvalho - CBN Curitiba

Escola Municipal Professora Maria Nicolas

A Secretaria de Educação de Curitiba estendeu novamente o prazo para que famílias de crianças e estudantes da rede municipal de ensino formalizem a escolha do formato das aulas em 2021. Pais e responsáveis podem optar pelo formato híbrido, com atividades presenciais e videoaulas, ou remoto, com aulas a distância e kits pedagógicos.

A escolha deve ser formalizada até o dia 19 de fevereiro, em um formulário disponível no site da secretaria. O prazo anterior venceu nesta sexta-feira (12).

Após a comunicação à secretaria, os pais e responsáveis das crianças e estudantes vão receber um email com a comprovação do formato adotado para as aulas neste ano.

As atividades na rede municipal de ensino começam na próxima quinta-feira, dia 18 de fevereiro, com acolhimento da família. A secretaria informa que as duas opções colocadas buscam evitar aglomerações nas unidades educacionais, como forma de prevenção ao novo coronavírus.

Os estudantes que ingressarem no formato híbrido vão receber quatro máscaras. As crianças serão em grupos, para a presença nas unidades educacionais em determinados momentos. E vão acompanhar as videoaulas nos dias de atividades não presenciais.

Cada escola tem um próprio comitê interno para organizar a rotina, dentro das orientações do Protocolo de Retorno das Atividades Presenciais. Segundo a Secretaria Municipal de Educação, chefes dos Núcleos Regionais da Educação, diretores e demais profissionais das unidades, além das empresas terceirizadas de limpeza, já foram orientados em relação às normas.

Para quem frequentar as unidades, o protocolo prevê as medidas necessárias, como uso obrigatório de máscara, distanciamento entre as carteiras de 1,5 metro, horários alternados de intervalo, uso de álcool gel, tapetes sanitizantes, interdição de bebedouros coletivos, aferição de temperatura, entre outros.

A ocupação máxima será de 50% da capacidade, o que varia conforme o tamanho da unidade. Para garantir os limites dentro das salas de aula, os estudantes serão divididos em grupos.

A secretaria informa que, se algum caso de Covid-19 seja confirmado na unidade, o grupo será isolado.

A rede municipal de ensino tem cerca de 140 mil estudantes.

Previous ArticleNext Article