Espécie de porco-do-mato ameaçada de extinção é filmada no litoral do Paraná

Ana Flavia Silva - BandNews FM Curitiba

Um grupo de queixadas, uma espécie de porco-do-mato ameaçada de extinção, foi filmado dentro da Reserva Natural das Águas, em Antonina, no litoral do Estado. Os animais já são considerados extintos em algumas áreas do Brasil. Na América do Sul e em algumas áreas da América Central a população também tem diminuído rapidamente.

Por isso, o registro da presença dos bichos na área litorânea é comemorado por pesquisadores. É o que conta o coordenador das reservas da Sociedade de Pesquisa em Vida Selvagem e Educação Ambiental (SPVS), Reginaldo Ferreira.

“Essas áreas onde são as reservas da SPVS eram fazendas de búfalos, que tinham pessoas trabalhando aqui. Geralmente essas pessoas tinham hábito de caçar, então com a caça esses animais foram expulsos daqui e procuraram outros locais. Com o trabalho de recuperação da área, hoje conseguimos ver esses animais mais próximos da planície”, afirmou.

Uma das características da espécie é se reunir em grandes grupos, que podem chegar a 150 indivíduos. Esses grupos precisam de áreas extensas e contínuas de vegetação nativa para sobreviver. Ferreira explica que o retorno dos animais à região é resultado de um longo trabalho de reflorestamento e proteção de áreas naturais.


Outra espécie registrada recentemente na Serra do Mar foi um casal de onças-pintadas. Há 20 anos a região não tinha um registro documentado do animal. Para os especialistas, a presença dessas espécies destaca a importância das unidades de conservação que protegem remanescentes de Mata Atlântica.

A SPVC também acredita que o retorno desses animais à região cria oportunidades de crescimento econômico para as populações locais, que são beneficiadas pela proteção do patrimônio natural. Um levantamento do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) publicado em 2017 revela que para cada real investido na conservação da natureza, R$ 7 retornaram para as economias locais em atividades ligadas ao turismo.

 

Post anteriorPróximo post
Comentários de Facebook