Durante quarentena, seis estabelecimentos são fechados em Curitiba

Redação


Menos de uma semana após vigência do novo decreto do Governo, que coloca algumas cidades em ‘quarentena’, seis estabelecimentos foram fechados durante fiscalização em Curitiba.

Na ação, que aconteceu no sábado (4) e domingo (5), uma pessoa foi presa, outras 21 autuações administrativas foram lavradas e 1,5 mil essências de narguilé foram apreendidas.

ESTABELECIMENTOS IRREGULARES SÃO FECHADOS DURANTE QUARENTENA EM CURITIBA

Segundo a coordenadora Operacional da Aifu, tenente Elaine Melere, neste final de semana as equipes verificaram oito locais, dos quais seis acabaram fechados.

“Trabalhamos com base em denúncias e constatamos situações de funcionamento irregular de alguns estabelecimentos, além de encontrar materiais contrabandeados, que entraram no país de maneira incorreta, e mesmo assim eram comercializados livremente”, disse a oficial.

No sábado, o destaque do trabalho ficou para uma abordagem a uma loja de essências e artigos de narguilé, na Avenida Marechal Floriano Peixoto, no centro da cidade.

O estabelecimento estava aberto –infringindo o decreto estadual nº 4.942-, além de ter irregularidades que impediam o funcionamento, também possuía mercadorias contrabandeadas do Paraguai. O ponto foi fechado e o responsável encaminhado, juntamente com os produtos, à Polícia Federal.

Ao longo do dia foram fechados mais três comércios e lavradas 16 autuações administrativas. Os agentes de trânsito que acompanharam a operação fizeram 15 autos de infração e recolheram um automóvel ao pátio por estacionamento em vaga prioritária.

No domingo, as equipes de fiscalização encontraram a maior parte dos estabelecimentos fechados (de 18 locais, 16 estavam fechados). Mesmo assim, dois comércios que foram flagrados abertos tiveram que encerrar as atividades.

Ainda no domingo, houve ainda a lavratura de 16 autos de infração de trânsito e de cinco autuações administrativas.

(Soldado Ismael Ponchio)

Previous ArticleNext Article