EstaR eletrônico começa a ser implantado em Curitiba

Redação

EstaR - Curitiba - Setran - vaga de estacionamento

A implantação do EstaR Eletrônico começou a ser realizado pela Setran (Superintendência de Trânsito) em Curitiba. O órgão começou a colocar 3.500 placas na zona central da capital paranaense, com a obra seguindo até 11 de maio nas demais áreas da cidade.

O início das operações deve ocorrer no dia 16 de março, sendo que até 10 de maio ainda será possível estacionar na cidade utilizando os cartões antigos de estacionamento.

Segundo o presidente da Urbanização de Curitiba (Urbs), Ogeny Pedro Maia Neto, “os motoristas terão até dez de junho para trocar os cartões por créditos do EstaR Eletrônico”. As negociações podem ser feitas nos postos da Urbs na Rodoferroviária e também nas Ruas da Cidadania.

COMO VAI FUNCIONAR O ESTAR ELETRÔNICO

Todos os motoristas que desejam estacionar seus carros nas vagas destinadas ao EstaR devem comprar os créditos via aplicativo ou em pontos de vendas físicos, indicando o local aonde ficará o veículo, a placa e o tempo de permanência.

Será ainda possível comprar anteriormente os créditos para estacionamento. Existe a possibilidade de um desconto para a compra de pacotes com maiores valores.

Outra grande mudança será o tempo de permanência nas vagas. Anteriormente era possível assinalar apenas a opção de uma ou duas horas, mas com o novo modelo será possível fracionar de 15 em 15 minutos o período. O limite máximo de estacionamento ainda será duas horas.

O aplicativo irá avisar ao motorista quando o tempo contratado estiver se esgotando, possibilitando uma renovação automática, desde que o período de duas horas limites não seja desrespeitado.

O custo de 15 minutos sairá R$ 0,75, com cada hora fechada saindo a R$ 3. Não é possível acumular o período de tempo para outra vaga, sendo necessário comprar um novo bilhete.

Caso o motorista pare em uma vaga de EstaR sem a compra dos créditos, além de ter cinco dias úteis para regularizar a situação, ainda terá que pagar multa de R$ 30. Anteriormente era preciso apenas comprar um bloco de cartões com a Urbs.

O novo modelo também pode motivar a Prefeitura de Curitiba em aumentar o número de vagas para o EstaR na cidade. Atualmente são 12.088 vagas, com estudos prevendo a criação de mais três mil vagas na capital paranaense.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="683303" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]