Ex-militar que fez mãe de 99 anos como refém é transferido para hospital psiquiátrico

Band Curitiba

homem-surto-merces

O idoso, de 74 anos, que fez mais de 60 disparos de dentro de casa, no bairro Mercês, em Curitiba, na última segunda-feira (7), foi transferido do Hospital Evangélico Mackenzie para um hospital psiquiátrico na região de Curitiba.

O homem teve a prisão preventiva decretada pela Justiça e aguardará o andamento do processo no hospital e não em um presídio, já que o caso é tratado como insanidade mental. A prisão não tem prazo determinado. Segundo o MPPR (Ministério Público do Paraná), como o processo ainda está em tramitação, não se sabe qual vara deve ficar com o caso.

O homem, que seria militar da reserva e professor aposentado, manteve, por horas, a mãe e a cuidadora dentro de casa, enquanto atirava. A situação começou na tarde de segunda-feira (7) e só terminou por volta das onze horas da noite do mesmo dia, depois que policiais utilizaram bombas de efeito moral e gás lacrimogêneo para conseguir entrar, além de balas de borracha para conter o idoso.

A Rua Martim Afonso ficou bloqueada por horas, por medida de segurança.

Com o homem foram apreendidas três armas: um revólver e duas espingardas. A mãe dele e a cuidadora foram levadas a uma Unidade de Pronto Atendimento e receberam alta durante a madrugada.

Previous ArticleNext Article