Ex-prefeito de Araucária é condenado a mais cinco anos por peculato e concussão

Andreza Rossini


O ex-prefeito de Araucária, na Região Metropolitana de Curitiba, Rui Alves de Souza (PTC)  foi condenado a mais cinco anos de prisão pelos crimes de peculato e concussão.

A sentença é da Vara Criminal do Foro Regional da comarca. O ex-gestor já havia recebido a sentença de 50 anos de prisão pelos crimes de concussão, organização criminosa e lavagem de dinheiro.

Desta vez, a pena do ex-prefeito, que está preso desde 20 de dezembro de 2016, foi fixada em cinco anos, dois meses e vinte dias de reclusão. A filha foi condenada a dez anos e oito meses de reclusão e o genro, a três anos, seis meses e vinte dias.

A segunda fase da operação evidenciou que o ex-gestor, valendo-se de seu cargo e a pedido da filha, nomeou seu genro para assessor de secretário municipal na prefeitura. A denúncia foi feita pelas Promotorias de Justiça do município na Operação Fim de Feira.

De acordo com as Promotorias, o ex-prefeito também nomeou uma amiga da filha para ocupar o cargo de assessora de secretário municipal. O salário correspondia a R$ 9,1 mil, dos quais 70% seriam repassados aos réus como condição para a manutenção da servidora no cargo.

Ainda segundo as investigações, além de ter solicitado ao pai as contratações, a ré sugeriu o acordo para o repasse.

Nesta quinta-feira, 15 de fevereiro, o ex-gestor teve novo pedido de habeas corpus negado pelo Superior Tribunal de Justiça.

Operação Fim de Feira

Em dezembro, na sua primeira fase, a Operação Fim de Feira prendeu o então prefeito de Araucária Rui Alves de Souza (PTC) e secretários da administração municipal sob acusação de concussão, lavagem de dinheiro e associação criminosa.

> Prefeito de Araucária é preso em operação do Gaeco

Na época, o prédio da prefeitura foi fechado para que agentes do Gaeco realizassem a fiscalização de documentos e computadores. Servidores do município ficaram para o lado de fora. Mandados de busca e apreensão foram cumpridos na prefeitura e na casa de integrantes da administração.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="485043" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]