Ex-presidente da Câmara de Maringá é denunciado por fraude na instalação de ar-condicionado

Mariana Ohde


O núcleo de Maringá do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público do Paraná, ofereceu nesta quinta-feira (21) denúncia contra o ex-presidente da Câmara Municipal de Maringá, João Alves Correa, a então 1ª secretária da Mesa Executiva, Edith Dias de Carvalho, o empresário Carlos Roberto dos Santos e dois ex-assessores: Joel Barbosa da Silva e Josemar Aparecido de Lima. Todos são acusados de envolvimento na contratação irregular de uma empresa para reforma do sistema de ar-condicionado da Câmara, em 2004.

Segundo apurou o Gaeco, o ex-presidente e os dois assessores receberam R$ 17 mil de propina para viabilizar a contratação da empresa que faria o serviço. A contratação, pelo ex-presidente e pela então 1ª secretária, ocorreu sem licitação e as investigações apontaram, ainda, que os serviços não foram prestados em conformidade com as descrições constantes nas notas fiscais da empresa – tanto no que se refere à quantidade, como a valores pagos.

O empresário foi processado pelo pagamento de propina e por haver se beneficiado do contrato sem licitação.

Previous ArticleNext Article
Mariana Ohde
Repórter no Paraná Portal