FAS registra primeira morte de servidora pela Covid-19

William Bittar - CBN Curitiba

morte de servidora, Covid-19, fas, curitiba

Uma educadora social da FAS (Fundação de Ação Social) de Curitiba, morreu em decorrência de complicações causadas pela Covid-19, na segunda-feira (27). Luciane Garcia Julionel, 56 anos, estava internada há mais de uma semana, após apresentar os primeiros sintomas da doença. Esse foi o primeiro caso de um servidor ativo da FAS que morreu em decorrência do novo coronavírus.

Luciane Julionel atuava na UAI (Unidade de Acolhimento Institucional) Mais Viver, no bairro Boqueirão, e estava internada em um hospital da capital paranaense.

Durante a live diária do boletim do novo coronavírus, a médica infectologista da Secretaria Municipal de Saúde, Marion Burger, lamentou a morte da servidora da Prefeitura de Curitiba.

“Uma das pacientes que foi a óbito é de Curitiba, era funcionária da prefeitura, tinha 56 anos e estava internada lutando contra as consequências das complicações da Covid-19, infelizmente ela faleceu. Sentimentos muito, principalmente pelos amigos e familiares que ficaram”, disse a médica.

Em nota, o SISMUC (Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Curitiba), afirmou que a administração municipal “não disponibiliza os EPI (equipamentos de proteção individual) adequados” e não oferece “condições para medidas coletivas de prevenção à doença nos locais de trabalho”, colocando os servidores em risco de contaminação.

A coordenadora da Unidade de Acolhimento, Sandra Dallagnol, afirmou que o local sempre foi higienizado e todos os servidores e usuários passaram pelo teste do novo coronavírus.

“Todo mundo sente. No dia que foi feito o teste para diagnóstico do coronavírus, havia uma equipe da manutenção fazendo alguns serviços lá e essa equipe também realizou os testes. É muito triste a gente ficar sabendo de questões que não são verdadeiras e acabam atingindo o nosso trabalho”, afirma Sandra Dallagnol.

Até esta terça-feira, Curitiba já registrou 491 mortes pela Covid-19 e 17.720 casos confirmados da doença.

Previous ArticleNext Article