Febre amarela foi registrada em 43 municípios do Paraná desde janeiro

Jorge de Sousa

febre amarelFebre amarela foi registrada em 43 municípios do Paraná desde janeiroa, morte, mortes, macaco, macacos, paraná, sesa, secretaria estadual da saúde, vacina

Desde janeiro deste ano, 43 municípios do Paraná apresentaram epizootias da febre amarela. Somente na última quinzena foram registrados novos 27 casos, sendo 287 desde o início da contabilização.

As epizootias são os casos da febre amarela em macacos, que não são vetores da doença, mas conseguem sinalizar a presença do vírus.

Os números foram divulgados em boletim quinzenal divulgado pela Sesa (Secretaria da Saúde do Paraná) nesta quarta-feira (13).

Ainda segundo a Sesa, 21 das 22 Regionais de Saúde do Estado apresentam notificações para epizootias, que totalizam 880 neste período, distribuídas por 87 municípios.

Até o momento nenhum caso foi registrado em humanos, apenas em macacos. Mas o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto, reforçou a importância da vacinação como forma de combater a doença.

“Ainda estamos em período sazonal da febre amarela, temos a presença do vírus circulando no Estado. Por isso o alerta para os gestores de saúde e também para a população sobre a necessidade da imunização contra a doença”, pontuou o secretário.

A vacina contra a febre amarela está disponível em todo Paraná, sendo que podem ser imunizados pessoas com idade entre nove meses e 59 anos 11 meses e 29 dias que ainda não tenham recebido nenhuma dose.

Crianças com até quatro anos tem a recomendação do Ministério da Saúde para serem imunizadas em duas oportunidades. Desde janeiro foram aplicadas 270 mil doses dessa vacina em todo Paraná.

Previous ArticleNext Article