Feira do Largo da Ordem passa a funcionar somente aos sábados em Curitiba

Redação

largo da ordem feira curitiba covid

A prefeitura de Curitiba divulgou que a Feira do Largo da Ordem passará a funcionar somente aos sábados por causa da pandemia de covid-19. Essa é mais uma determinação devido à bandeira laranja, que representa alerta médio contra o novo coronavírus. O anúncio foi feito ontem (10).

Conforme a administração municipal, o horário de funcionamento é das 9h às 14h. Além disso, a abertura das barracas acontece de forma facultativa, em sistema de rodízio entre os artesãos.

Em acordo com as medidas municipais, os feirantes assumiram o compromisso de não exceder o número de 300 barracas e respeitar o distanciamento de dois metros entre cada barraca.

O boletim da covid-19 desta sexta aponta que Curitiba registrou mais 364 casos e nove mortes nas últimas 24 horas. Com isso, a capital paranaense chega a 37.420 casos confirmados e 1.109 óbitos. O informe é produzido pela SMS (Secretaria Municipal da Saúde).

FEIRINHA DO LARGO DA ORDEM: CONFIRA AS MEDIDAS CONTRA A COVID-19 QUE DEVEM SER RESPEITADAS EM CURITIBA

A prefeitura de Curitiba definiu algumas normas para o funcionamento da Feira do Largo da Ordem. Confira quais são:

  • Material publicitário em cada barraca com informações sobre a transmissão e distanciamento.
  • Disponibilidade obrigatória de álcool em gel 70% para o artesão e público.
  • Evitar aglomerações de pessoas, com a participação da fiscalização e guarda municipal atuante.
  • Será permitido apenas um artesão por barraca, respeitando o distanciamento mínimo de 1,5 metros entre as pessoas nas filas do lado de fora, que deve ser organizada pelo artesão responsável pela barraca.
  • Uso obrigatório de máscaras.
  • Disponibilização de barracas de máscaras nas pontas de feira, assim como no percurso da feira.
  • Preferencialmente o material deverá ser embalado individualmente, o que facilitará a higienização.
  • Presença constante de representantes da Coordenação das Feiras de Arte e Artesanato/CTUR.

LEIA TAMBÉM

Previous ArticleNext Article