Feiras de Curitiba e Mercado Municipal têm aumento de venda de orgânicos

Redação

feira orgânicos curitiba mercado municipal feiras

Durante a pandemia, a tecnologia foi aliada de quem produz e vende alimentos orgânicos nas feiras e no Mercado Municipal de Curitiba. Mesmo quando alguns locais ficaram fechados para reduzir o contágio da covid-19, os negócios sobreviveram por conta da internet.

Isso é uma tendência nacional, já que um levantamento da Organis ( Associação de Promoção dos Orgânicos) aponta que, apesar de toda a crise econômica, o setor de produtos orgânicos registrou em todo o país uma alta de 30% nas vendas em 2020.

“Criamos grupos de WhatsApp e passamos a comercializar nossos produtos quando o Mercado Municipal estava fechado. Hoje, no mínimo, 50% das nossas vendas continuam sendo on-line”, afirma Yuri Sabbadini, da banca de hortaliças e alimentos minimamente processado do Setor de Orgânico do Mercado Municipal.

Os preços dos orgânicos têm baixado consideravelmente nos últimos anos, mas os custos sempre serão mais elevados que os da agricultura convencional. “A escolha do nosso freguês não se baseia tanto no preço, mas, sim, em comprar alimentos ainda mais saudáveis, livres de fertilizantes, hormônios e agrotóxicos”, pondera Maria Salete, que comercializa seus produtos nas feiras orgânicas do Expedicionário, Ahú, Jardim Botânico e Passeio Público.

Cada vez mais curitibanos estão consumindo alimentos sem agrotóxicos, mesmo com a pandemia, segundo avaliação dos comerciantes das feiras orgânicas e do Setor de Orgânicos do Mercado Municipal.

“O consumo já vinha crescente, mas a pandemia trouxe uma percepção de saúde diferenciada, de que o orgânico tende a melhorar a saúde das pessoas”, salienta Maria Salete Escher, que vende nas feiras de orgânicos da Prefeitura frutas, verduras, pães e leite produzidos por sua família em Campo Magro.

CURITIBA TEM LEQUE DE OPÇÕES DE PRODUTOS ORGÂNICOS

Curitiba conta com 14 feiras orgânicas da prefeitura, além do Setor de Orgânicos do Mercado Municipal. São 12 feiras orgânicas diurnas, que ocorrem das 7h às 12h; e duas feiras orgânicas noturnas, que ocorrem das 16h às 20h.

Já o Setor de Orgânicos do Mercado Municipal completou 12 anos este mês (12 de fevereiro), sendo pioneiro no país na oferta de alimentos e outros produtos orgânicos em um mercado municipal. Atualmente, são cerca de 14 comerciantes de produtos sem agrotóxico ou algum tipo de hormônio (no caso das carnes, por exemplo).

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="746011" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]