Ferry Boat de Guaratuba tem nova empresa administradora

O ferry boat de Guaratuba terá uma nova empresa administradora a partir da 0h01 desta quinta-feira (10), segundo o DER/PR (Departamento de Estradas de Rodagem).

Redação - 09 de fevereiro de 2022, 18:57

Gabrielly Pontes/CGE
Gabrielly Pontes/CGE

O ferry boat de Guaratuba terá uma nova empresa administradora a partir da 0h01 desta quinta-feira (10), segundo o DER/PR (Departamento de Estradas de Rodagem).

A empresa Internacional Marítima será a responsável pelo ferry boat no Litoral do Paraná até uma nova licitação ser aberta.

A Internacional Marítima é responsável também pela operação da travessia entre as cidades de Salvador e a Ilha de Itaparica, na Bahia, tendo 30 anos de atuação no mercado.

"Vai ser uma operação emergencial porque vínhamos tentando que a concessionária que está lá cumprisse tudo o que estava no edital para o qual ela foi contratada. Após não termos sucesso administrativamente, chegamos à caducidade do contrato”, explicou o diretor-geral do Departamento de Estradas de Rodagem (DER/PR), Fernando Furiatti.

O encerramento do contrato com a BR Travessias foi motivado devido ao não cumprimento do contrato, sendo que o Governo do Paraná aplicou mais de 141 autos de infração na empresa devido mal atendimento da população no ferry boat.

Um dos problemas apresentados foi na última terça-feira (8), quando funcionários da BR Travessias paralisaram os serviços no ferry boat devido a salários atrasados o que provocou grandes filas para realizar a travessia.

O contrato com a BR Travessias foi assinado em abril de 2021 e tinha duração de dez anos.

“Com isso, à 0h01 entraremos com uma nova empresa, por um período de seis meses. Ela vai fazer a operação e também os investimentos necessários para que continue sendo uma travessia segura para os usuários que passam por Guaratuba e Caiobá”, finalizou Furiatti.

Vale lembrar que a construção da Ponte de Guaratuba - responsável pela ligação de Guaratuba e Matinhos, está em fase de Estudo de Impacto Ambiental e Relatório de Impacto Ambiental.

LEIA MAIS: Crescimento da produção industrial do Paraná é a maior em 10 anos