Festa clandestina em chácara de Colombo foi organizada pelo WhatsApp

Mirian Villa

festa clandestina paraná polícia

De acordo com a delegada Aline Manzatto, a principal organizadora da festa clandestina em uma chácara de Colombo, na Região Metropolitana de Curitiba, continua presa. O evento foi organizado pelo WhatsApp.

Ela e outros três organizadores foram presos na madrugada de domingo (18) dentro da chácara Holz. Além dos organizadores, outras 13 pessoas foram detidas, entre elas, a banda e o DJ que animavam a aglomeração.

Conforme decreto estadual, é proibido a realização de festas durante a pandemia do novo coronavírus no Paraná.

FESTA CLANDESTINA FOI ORGANIZADA POR GRUPO DE WHATSAPP

Segundo Aline Manzatto, da Decrisa (Delegacia de Repressão aos Crimes Contra Saúde), foram identificadas 180 pessoas participando da festa clandestina em Colombo.

“Devido a quantidade superior ao limite permitido, já que durante a pandemia não é permitida aglomeração de mais de 50 pessoas, decidimos fazer a operação nessa chácara. Outras denúncias de festas sendo realizadas no local foram realizadas”, disse a delegada responsável pela ação.

No total, foram apreendidos R$ 1,2 mil de valores referentes às entradas. Além disso, o bar da chácara, com cardápio de cervejas e destilados, estava funcionando.

De acordo com a delegada, quatro organizadores foram presos: duas mulheres e dois homens. A principal delas era quem cobrava a entrada: R$ 20 reais para homens e R$ 10 reais para mulheres.

“Outras pessoas estavam chegando quando nós fizemos a abordagem. Como as viaturas estavam no local, muitas pessoas que ainda estavam chegando, foram embora. Além disso, outras pessoas que estavam dentro da festa avisaram que a polícia estava lá e que a a festa estava cancelada”, explicou Aline.

Três dos organizadores pagaram fiança e foram liberados ainda no domingo. Já a organizadora principal continua presa. Eles foram autuados por associação criminosa e infração de medida sanitária.

A principal organizadora continua sendo investigada e ainda não há informação sobre a participação dela na organização de outras festas clandestinas.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="699384" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]