Final de semana foi marcado por confrontos policiais e mortes em regiões movimentadas de Curitiba

William Bittar - CBN Curitiba

suspeitos, roubo, assalto, carga, pm, polícia militar, confronto, choque, rone

Em dois dias, três confrontos entre suspeitos e policiais ou guardas municipais, deixaram cinco mortos e três feridos na Grande Curitiba. As informações foram publicadas pela CBN Curitiba.

Na tarde da última sexta-feira (24), três homens morreram baleados na Linha Verde, no bairro Fanny, em Curitiba, após uma tentativa de roubo de uma carga de cigarros. Dois dos suspeitos usavam tornozeleira eletrônica por outros crimes cometidos.

Na ocasião, os suspeitos abordaram o motorista do caminhão, no Prado Velho, e fugiram em um veículo que foi perseguido por uma equipe da Rondas Ostensivas de Natureza Especial (Rone).

Conforme a Polícia Militar, durante a tentativa de abordagem houve troca de tiros e os suspeitos morreram no local.

Já no último sábado (25) duas ocorrências também terminaram em confronto. A primeira, durante a manhã, quando um homem morreu e dois ficaram feridos após troca de tiros com os policiais militares, no bairro Cabral.

Segundo a PM, os suspeitos roubaram um veículo em Colombo, na Região Metropolitana de Curitiba, e praticavam crimes sucessivos nos bairros Barreirinha e Ahú, na capital, e em Almirante Tamandaré, também na RMC.

Houve perseguição e os suspeitos passaram pela canaleta de ônibus do Terminal do Cabral, mas o motorista bateu contra o poste.

Na primeira abordagem, dois homens foram baleados e levados ao Hospital do Trabalhador. Um suspeito conseguiu fugir, mas foi alcançado na Rua Munhoz da Rocha, onde houve outra troca de tiros e ele foi atingido por disparos e morreu no local.

A CBN Curitiba não conseguiu informações sobre o estado de saúde dos suspeitos levados ao hospital.

O segundo confronto de sábado aconteceu durante a noite quando um homem morreu após tentar fugir de um roubo. Segundo a Polícia Civil, o suspeito e um comparta roubaram uma casa no bairro Hugo Lange.

Eles fugiram com um carro e pertentes dos moradores, mas foram localizados na canaleta de ônibus por guardas municipais. Houve troca de tiros e o suspeito atingido morreu, enquanto o outro conseguiu fugir.

O caso é investigado pela Polícia Civil.

Primeiro semestre

Em agosto, o Grupo de Atuação de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público do Paraná (MPPR) divulgou um levantamento que apontou que 210 pessoas morreram no estado, no primeiro semestre deste ano, em confrontos com policiais civis e militares e guardas municipais, número 14% maior do que o registrado no primeiro semestre de 2020, quando foram registradas 184 mortes em confrontos.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="792775" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]