Surto de formigas ‘gigantes’ assusta moradores no interior do Paraná

Redação

formigas gigantes paraná

Moradores de diversas cidades do interior do Paraná, como Londrina, Cascavel, Campo Mourão e Apucarana, têm se assustado com formigas ‘gigantes’ ou ‘super formigas’. Segundo os especialistas, o caso se trata da revoada das saúvas, as formigas-cortadeiras, que vivem o período de revoada.

Conforme a Secretaria do Meio Ambiente (Sema) de Cascavel, essa fase em que esses insetos buscam novas colônias causa grande movimentação e ‘tornam muito agressivos com qualquer intruso no perímetro dos olhos’. Ou seja, o aconselhável é tentar manter distância para não sofrer mordidas dolorisas, apesar de não haver riscos de vida ao ser humano.

“As conhecidas formigas cortadeiras têm causado prejuízos no perímetro urbano e na área rural da cidade, devorando tudo que encontram pela frente. As partes das plantas cortadas pelas saúvas são levadas para o formigueiro, onde servem de substrato para o cultivo do fungo do qual se alimentam. A Sema faz o controle biológico dos formigueiros nas praças e parques e cabe a cada morador fazer o controle das formigas em suas propriedades”, ressalta a Secretaria em nota.

Já o biólogo Fernando Felipe Rodrigues, de Apucarana, explicou nas redes sociais que as formigas estão na época do voo nupcial e as fêmeas saem em busca do acasalamento. “Ela perde as asas, forma um buraquinho na terra e forma sua colônia”, finaliza ele.

Em algumas regiões do Brasil, essa formiga-cortadeira é apreciada como iguaria e serve como forma de alimentação, principalmente com o inseto frito.

VEJA VÍDEO DE UMA DAS FORMIGAS

Confira um registro enviado ao Dicionário Maringaense com uma das formigas gigantes no interior do Paraná.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="794752" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]