Fortes chuvas e enchente foram causadas pelo aquecimento global, diz Greca

Fernando Garcel


O prefeito de Curitiba, Rafael Greca (PMN), foi ao Facebook para se pronunciar sobre os alagamentos que atingiram diversos bairros de Curitiba na tarde e noite de ontem (21). No discurso, Greca culpou o aquecimento global pelas fortes chuvas e declarou que trabalha em obras de macrodrenagens nas bacias dos rios que cortam a cidade.

“O problema dessas grandes chuvas, que tem abatido grandes cidades brasileiras, decorre do aquecimento global. Para cada grau que a Terra esquenta, as chuvas se multiplicam em uma proporção diluviana e avassaladora”, explica o prefeito.

> Chuva forte causa alagamentos em Curitiba nesta quinta; veja fotos e vídeos

Logo pela manhã desta sexta-feira (22), o prefeito voltou a usar as redes sociais para mostrar obras de drenagem, dragagem, reperfilamento e desocupação das margens dos rios da Vila Formosa, no rio Pinheirinho, no rio Juvevê, no rio Bacacheri, no Ribeirão dos Padilha e no Passaúna. Segundo Greca, os investimentos giram em torno de R$ 480 milhões.

Ainda segundo o prefeito, as enchentes escoaram rapidamente devido ao trabalho da prefeitura na limpeza dos rios. Mais de 2 milhões e 40 mil quilos de lixo lançados fora da coleta normal foram retirados da cidade.

Previous ArticleNext Article