Foz do Iguaçu pinta faixa de pedestres com cores da bandeira LGBTQIA+

Iniciativa da prefeitura de Foz do Iguaçu visa apoiar o Dia Nacional da Visibilidade Trans no Brasil, comemorado no dia 29 de janeiro.

Redação - 25 de janeiro de 2022, 14:57

Foto: Divulgação/Prefeitura de Foz do Iguaçu
Foto: Divulgação/Prefeitura de Foz do Iguaçu

A prefeitura de Foz do Iguaçu, no extremo Oeste do Paraná, pintou uma faixa de pedestres com as cores do arco-íris. A iniciativa de parar o trânsito visa apoiar o Dia Nacional da Visibilidade Trans no Brasil, comemorado no dia 29 de janeiro.

Conforme a administração municipal, o objetivo da data é promover a reflexão sobre a cidadania das pessoas travestis, transsexuais (homens e mulher trans) e não-binárias (que não se reconhecem nem como homens, nem como mulheres).

As cores escolhidas para a pintura da faixa de pedestres, na Rua Benjamin Constant, na região central da cidade, representam a comunidade LGBTQIA+.

“Pintar a faixa é uma ação simbólica, que tem como objetivo primeiro chamar a atenção para justamente puxar a discussão sobre o respeito às pessoas trans, que precisam ter seus direitos e oportunidades respeitadas. Queremos mostrar que nós da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Relações com a Comunidade, e a administração do Município, estamos junto nesta causa”, afirma a secretária Kelyn Trento.

Dentro da lei

A ação da prefeitura de Foz do Iguaçu, por meio da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Relações com a Comunidade, ocorre em parceria com o Instituto de Transportes e Trânsito de Foz do Iguaçu (Foztrans) e é respaldada pela legislação de trânsito.

O artigo 80 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB)  proíbe a utilização de qualquer tipo de sinalização que não esteja prevista em lei. A exceção somente é admitida em casos de caráter experimental e por período pré-fixado, expressamente autorizados pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran). A ação da Prefeitura de Foz do Iguaçu terá duração de 90 dias.