Fraude em planos de saúde empresariais causou prejuízo de R$ 670 mil

Redação

Um esquema fraudulento de contratação de planos de saúde empresariais é alvo de uma operação da Polícia Civil do Paraná, nesta quinta-feira (19), em Curitiba e São José dos Pinhais, na Região Metropolitana. Conforme as investigações, o prejuízo causado às vítimas seria de mais de R$ 670 mil. Ao todo, são cumpridos 14 mandados de busca e apreensão.

Segundo a polícia, o líder do esquema criminoso seria corretor de seguros registrado na Superintendência de Seguros Privados e teria uma corretora em funcionamento no Centro de Curitiba. Junto a ele, também participavam dos crimes um contador e empresários.

De acordo com as investigações, o grupo utilizava uma empresa familiar para incluir funcionários inexistentes possibilitando a adesão destes a planos de saúde empresariais e coletivos, por meio de dados e documentação falsa. Os “funcionários” eram registrados em funções como as de motoristas e costureiras. A maioria deles tinha idade avançada, alguns com mais de 80 anos.

A quadrilha vendia essas inclusões para associações privadas de servidores públicos de diversos estados. Com o golpe, os investigados teriam recebido R$ 672 mil. Valor este depositado na conta de uma das empresas fraudulentas utilizadas no esquema.

Na capital, os mandados são cumpridos nos bairros Cabral, Juvevê, Cristo Rei, Centro, Batel, Bigorrilho, Água Verde, Xaxim e Boqueirão. Em São José dos Pinhais, uma ordem de busca é cumprida no Centro da cidade.

Previous ArticleNext Article