Funcionários do transporte coletivo fazem greve em Londrina

Francielly Azevedo


Funcionários do transporte coletivo de Londrina, no norte do Paraná, cruzaram os braços nesta quinta-feira (4). Os profissionais pedem reposição salarial de 4%, em acordo coletivo.

Os trabalhadores impediram a saída de ônibus das garagens da empresa TCGL (Transportes Coletivo Grande Londrina), responsável por quase 85% das linhas que atendem o município.  A empresa tem quase 1,4 mil funcionários.

A empresa não quis assinar o acordo coletivo para reajuste dos colaboradores. Por meio de nota, a TCGL disse que apresentou ao sindicato uma proposta com condições melhores que a da outra empresa, que já assinou o acordo. A Londrisul, que opera 15% das linhas do município, acatou as reivindicações dos trabalhadores.

Ontem, representantes do Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviário de Londrina(Sinttrol) e do Sindicato das Empresas de Transporte Rodoviário de Passageiros Intermunicipais (Metrolon) participaram de uma audiência de conciliação na 2ª Vara do Trabalho, mas não houve acordo.

A Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização disse que não vai se manifestar sobre a paralisação.

Previous ArticleNext Article
Jornalista, formada pela Universidade Tuiuti do Paraná. Tem passagens pela TV Educativa, TV Assembleia, TV Transamérica, CATVE, Rádio Iguassu e Folha de Londrina. Atualmente trabalha no Paraná Portal e na Rádio CBN.
[post_explorer post_id="608600" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]