Gaeco acusa oito dos nove vereadores de Itaipulândia por peculato e organização criminosa

Andreza Rossini


O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) de Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná, ofereceu denúncia contra oito vereadores, dois ex-vereadores e quatro servidores da Câmara Municipal de Itaipulândia, também no oeste do estado. Todos são acusados pelos crimes de peculato e organização criminosa. Apenas um vereador do município, Roberto Piano (PT), não está envolvido no caso.

Foram denunciados pelo Gaeco os vereadores Adolfo Florencio Preis (PSB), Diacir Ferreira da Silva (PSB), Gelson Lautert (PR), Jair Jose Escher (PR), Marlei Kaefer (PSL), Silvani Olivia Groth Mendes (PV), Vilso Nei Serena (PP), Claudinei Vieira (PMDB).

De acordo com as investigações ocorreram 63 crimes, todos relacionados à apropriação indevida de valores de diárias referentes a viagens realizadas pelos vereadores, entre os anos de 2013 e 2016, com o objetivo de desviar as verbas das diárias. A denúncia aponta que a organização criminosa criava uma escala de viagens para os parlamentares participarem de cursos e eventos em outros municípios do Paraná e em estados próximos, mas os beneficiados sempre recebiam as diárias em número superior ao efetivamente utilizado.

O Gaeco ainda investiga qual foi o total do valor desviado.

Prisões

Foto: TV Tarobá
Foto: TV Tarobá

Em abril, os vereadores citados e quatro servidores da Casa cumpriram dez dias de prisão temporária. Eles foram liberados porque não houve pedido da Justiça para transformar em prisão preventiva.

Os suplentes dos vereadores haviam assumido os cargos na casa e, na ocasião, o vereador Roberto Piano que é o único não envolvido no esquema assumiu a presidência da Casa. Uma decisão do Tribunal de Justiça determinou que os oito vereadores presos fossem reconduzidos ao cargo, já que a manutenção dos salários dos acusados e dos suplentes geraria um alto custo ao município.

Após os vereadores reassumirem os cargos, a população lotou a Câmara Municipal para acompanhar a sessão.

Previous ArticleNext Article