Mulheres são presas suspeitas de lucrar R$ 1 milhão em golpes imobiliários em Curitiba

Redação

homem mata morador de rua queimado em foz do Iguaçu

Duas mulheres, de 30 e 67 anos, foram presas em flagrante em Curitiba suspeitas de faturar R$ 1 milhão após aplicar golpes em fraudes na venda de imóveis. A dupla foi detida pela pela PCPR (Polícia Civil do Paraná) na segunda-feira (30).

No momento da prisão, as mulheres tentavam formalizar um contrato fraudulento de compra e venda de imóvel, em um cartório da região Central da capital paranaense.

Conforme as informações da PCPR, elas praticam os crimes há pelo menos dois anos e os golpes consistiam na falsificação de documentos de verdadeiros proprietários de imóveis.

Os anúncios eram feitos por corretores imobiliários, enquanto a formalização dos contratos fraudulentos eram feitos nos cartórios por meio do documento de posse da casa ou apartamento.

Além disso, pelo menos nove crimes foram constatados na prática criminosa, entre eles falsificação de documento público, falsidade ideológica, uso de documento falso, associação criminosa e estelionato consumado e tentado.

A dupla foi autuada em flagrante por todos esses crimes. As investigações continuam para apurar o envolvimento de corretores imóveis na prática criminosa.

Previous ArticleNext Article