Tempestade com granizo interrompe show na Pedreira e assusta em Curitiba

Vinicius Cordeiro e Angelo Sfair

curitiba granizo tempestade

Uma tempestade de granizo chegou com força em Curitiba no final da tarde desta quarta-feira (18). Com muitos ventos, diversas pedras de gelo assustaram moradores da capital e complicaram ainda mais o trânsito da cidade. Na Pedreira Paulo Leminski, um festival de rock teve de ser interrompido.

Ruas ficaram alagadas, semáforos desligaram e vários acidentes de trânsito foram registrados na capital paranaense. A Defesa Civil e a Setran (Superintendência de Trânsito) contabilizam a extensão dos danos. O forte temporal acompanhado de granizo atingiu toda Curitiba e também assustou moradores da região metropolitana.

Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) emitiu um alerta laranja para os fenômenos a partir da 00h desta quinta (19), mas o temporal chegou antes do previsto. De acordo com a estimativa, a chuva deve ficar entre 50 e 100 milímetros por dia, enquanto os ventos vão variar entre 60 e 100 km por hora.

Uma equipe da Defesa Civil está fazendo o levantamento das ocorrências, mas já se sabe que a chuva provocou  pontos de alagamento em bairros como Fazendinha, Boa Vista, Água Verde e Boqueirão. Além disso, a Defesa Civil também recomenda esperar a chuva passar em um local seguro.

Colaboração

CHUVA DERRUBA ÁRVORES, DESLIGA SEMÁFOROS E PARA SHOW NA PEDREIRA

O temporal de aproximadamente 20 minutos causou transtornos em praticamente todas as regiões de Curitiba. No São Loureço, na Pedreira Paulo Leminski, um festival de rock em andamento foi suspenso devido ao granizo. As pedras de gelo se acumularam na pista e no palco. Por questões de segurança, as apresentações foram interrompidas e não se sabe se performances de grupos como o Scorpions vai ser adiado.

Na região central, por exemplo, uma árvore caiu próximo ao Cemitério Municipal. O cruzamento das Ruas Ângelo Sampaio com Getúlio Vargas está alagado, então os motoristas devem evitar a região.

De acordo com a Setran (Superintendência de Trânsito), a Avenida Anita Garibaldi foi completamente bloqueada por uma árvore que caiu na altura do cruzamento com a Rua União da Vitória.

A Setran também confirmou o desligamento de semáforos nos bairros Pinheirinho e Cabral, devido à queda de energia. A sinalização ficou apagada em vários cruzamentos da Avenida Winston Churchill e em toda a região do Terminal do Cabral.

No bairro Barreirinha, um forro da agência da Caixa Econômica caiu. Já no Centro, um pedaço do telhado de um posto de combustível também sofreu uma queda pelo forte granizo.

VEJA IMAGENS DO GRANIZO:

Colaboração
Colaboração
Alagamento em trecho da Mateus Leme, no Centro Cívico

Previous ArticleNext Article