Grávida de quatro meses é esfaqueada e morre após cirurgia no PR

Uma mulher, de 18 anos, grávida de quatro meses, foi esfaqueada na madrugada deste domingo (3), em Marialva, na região N..

Redação - 04 de fevereiro de 2019, 12:02

Foto: EBC
Foto: EBC

Uma mulher, de 18 anos, grávida de quatro meses, foi esfaqueada na madrugada deste domingo (3), em Marialva, na região Norte do Paraná. Ela foi encaminhada para o Hospital Universitário (HU) de Maringá e submetida a uma cirurgia mas não resistiu aos ferimentos e morreu. O principal suspeito é o ex-companheiro da vítima.

Os golpes de faca atingiram o pulmão e o ombro da vítima. O órgão foi perfurado.

Segundo o delegado Rodolfo Vieira Nanes, ao G1, os dois moravam juntos há quatro anos, possuem uma filha e a cerca de um mês a mulher teria terminado o relacionamento. Essa seria a motivação do crime.

Depois de cometer o crime, o homem teria ligado para familiares dizendo o que aconteceu e onde ela estava. A mulher foi deixada em uma estrada rural. O ataque teria ocorrido por volta das 3 horas e ela foi encontrada somente por volta das 7 horas.

O homem foi preso nesta segunda-feira (4) após se apresentar à Polícia Civil junto com o advogado.