Greca afirma que Curitiba pode adotar lockdown e cassação em massa de alvarás

Jorge de Sousa

Prefeito anunciou as regras do Protocolo de Responsabilidade Sanitária e Social em Curitiba
Greca afirma que Curitiba pode adotar lockdown e cassação em massa de alvarás

O prefeito de Curitiba, Rafael Greca, anunciou nesta terça-feira (9) a criação do Protocolo de Responsabilidade Sanitária e Social de Curitiba e admitiu que a cidade pode adotar o regime de lockdown.

“Episódios recentes de licenciosidade contra o vírus podem nos levar em decreto a cassar todos os alvarás, coisa que eu não quero fazer, mas depende de vocês”, salientou Greca.

O Protocolo de Responsabilidade Sanitária e Social de Curitiba irá adotar um sistema de medição em três fases:

  • Amarela: Grau moderado;
  • Laranja: Médio risco;
  • Vermelho: Alto Risco.

Serão avaliados nesse sistema a disponibilidade de leitos e serviços de saúde, assim como os índices de infectologia pelo novo coronavírus (Covid-19) em Curitiba,

A Secretaria Municipal da Saúde irá atualizar a cor da bandeira toda sexta-feira, levando em conta na avaliação o período entre os dias de sábado e sexta-feira.

“Esse sistema é uma espécie de semáforo para aonde a sociedade curitibana vai, mas ele não tem sinal verde. Só teremos isso quando tivermos vacina ou medicação adequada para esse vírus mortal e desconhecido”, continuou Greca.

O prefeito de Curitiba ainda solicitou à população curitibana que respeite o distanciamento social e as medidas de segurança durante o feriado de Corpus Christi.

“Eu quero apelar durante o feriado de Corpus Christi, que as pessoas fiquem em casa, que se façam orações pela televisão e não vão para a balada, porque eu vou lançar a fiscalização nesses locais”, finalizou Greca.

Regras adotadas em cada uma das bandeiras do Protocolo de Responsabilidade Sanitária e Social em Curitiba. (Reprodução)

Previous ArticleNext Article