Greca tem parte do intestino retirada, recupera-se bem, mas deve virar o ano no hospital

Roger Pereira e Joyce Carvalho - CBN Curitiba



O prefeito de Curitiba, Rafael Greca (PMN) passou por um procedimento cirúrgico delicado, mas a operação foi bem-sucedida e ele recupere-se bem. O cirurgião do aparelho digestivo Marlon Rangel, que faz parte da equipe que atendeu Greca no Hospital Marcelino Champagnat, detalhou, na tarde deste sábado, o quadro clínico do prefeito e informou que ele deverá passar a virada de ano no hospital.

“Após a cirurgia, o prefeito segue internado na UTI do hospital, como é de praxe após procedimentos desta natureza. Após o período de UTI, ele ainda precisará ficar internado no hospital por mais alguns dias, até sua completa recuperação”, explicou o Médico. Segundo o cirurgião, a previsão de alta em casos semelhantes é de 10 a 12 dias.

Segundo Rangel, após chegar ao hospital queixando-se de indisposição alimentar, Greca foi submetido a exames que constataram a existência de uma hérnia umbilical recidivada (que já foi operada no passado, mas voltou a manifestar-se). “Os exames revelaram, também, que a hérnia encontrava-se estrangulada, com uma pequena porção do intestino delgado presa”, disse o médico. “Os exames que realizamos mostraram um quadro de abdômen agudo cirúrgico, por isso, resolvemos realizar o procedimento na noite de sexta-feira mesmo”, acrescentou.

De acordo com o cirurgião, durante o procedimento foi constatada uma perfuração no intestino delgado, causada pelo estrangulamento da hérnia. Durante o procedimento, foi feita a retirada de 30 centímetros do intestino delgado e corrigida a hérnia umbilical. “A cirurgia correu bem, dentro do esperado. A infecção foi controlada e a hérnia foi tratada. Logo após a cirurgia, o prefeito acordou. Está bem e falante”, relatou o médico.

Previous ArticleNext Article
Roger Pereira
Repórter do Paraná Portal