Guarapuava deixa de aplicar multa por aglomerações: ‘cenário é satisfatório’

Redação


A Prefeitura de Guarapuava, na região central do Paraná, deixou de aplicar multa por aglomerações depois de encerrar o alerta epidemiológico que durou seis semanas. Segundo levantamento do município, 85% dos casos da covid-19 são considerados recuperados.

O fim do estágio de alerta foi comunicado nesta terça-feira (4). De acordo com o prefeito Cesar Silvestri Filho, as medidas mais restritivas foram adotas para achatar a curva de contaminação no município. “Nesse período tivemos uma crescente no número de casos, mas conseguimos controlar a transmissão do vírus”, explicou.

No início do alerta epidemiológico, em 17 de junho, Guarapuava contava com 85 casos confirmados, sendo 39 recuperados. Até a última segunda-feira (3), a Prefeitura contabilizava 422 casos confirmados, sendo 355 recuperados.

O cenário é considerado satisfatório para a Prefeitura de Guarapuava, por isso, as medidas mais duras tomadas no enfrentamento da pandemia do novo coronavírus foram flexibilizadas. Uma das leis que foram adotadas no alerta epidemiológico foi multa de R$ 5 mil para estabelecimentos ou residências que realizassem aglomerações.

Nas seis semanas, foram 90 notificações por descumprimento à lei e dez multas foram aplicadas. “A pandemia não acabou, as medidas de distanciamento e cuidados devem continuar, mas também devemos comemorar a nossa curva de recuperados que cresce a cada dia, e a curva de casos ativos que permanece controlada”, escreveu a Prefeitura nas redes sociais.

Previous ArticleNext Article