Guarapuava publica novo decreto que autoriza eventos durante pandemia de covid

Vinicius Cordeiro

guarapuava coronavírus decreto eventos covid

A prefeitura de Guarapuava, na região central do Paraná, divulgou que vai publicar um novo decreto que flexibiliza as medidas restritivas durante a pandemia de covid-19 nesta quinta-feira (24). Entre as liberações estão a reabertura de casas noturnas e a realização de eventos a partir do próximo sábado (26).

Contudo, o uso obrigatório de máscaras, álcool em gel, recomendações de distanciamento social e proibição de velórios para vítimas ou suspeitas do coronavírus são medidas que seguem em vigor.

Guarapuava poderá a ter eventos públicos ou privados, em locais abertos e fechados, desde que a duração máxima seja de seis horas. Contudo, a capacidade máxima dos bares terá de ser 50% e os organizadores precisam fazer uma Ficha Cadastral de Eventos, que será disponibilizada no decreto. Eles serão responsáveis por entregar esse documento (preenchido e assinado) à Secretaria de Finanças, que deverá emitir autorização.

Já os estabelecimentos essenciais e não essenciais, prestadores de serviços, autônomos, associações, shoppings, galerias, lojas de conveniência, cinema e similares podem funcionar sem restrição de horários e dias da semana, feriados, conforme sua conveniência. Eles deverão respeitar a legislação trabalhista e cumprir medidas de prevenção como lotação restringida a 75% da capacidade do local. Além disso, eles terão que preencher a planilha de monitoramento diário de sinais e sintomas de colaboradores.

Os locais de práticas esportivas, como academias, escolas de artes marciais ou de natação, devem verificar a temperatura de todos antes da entrada das pessoas. Quem estiver acima de 37°C terá a entrada proibida nesses locais, que devem contatar o call center pelo telefone 0800 642 0019.

As academias podem optar entre funcionar com capacidade máxima de 75% ou de um aluno a cada 2m.

Por fim, o transporte poderá voltar a atuar de forma integral, com capacidade máxima. A única medida é que os passageiros devem estar de máscaras.

GUARAPUAVA SÓ TERÁ VOLTA ÀS AULAS PRESENCIAIS EM 2021

Na última terça-feira (22), o prefeito Cesar Silvestri Filho anunciou que Guarapuava não terá aulas presenciais nos colégios municipais em 2020. A decisão foi tomada após consulta com mais de 7 mil pais e servidores. Segundo ele, mais de 90% optou pela não retomada das atividades de forma presencial. Com isso, todos os estudantes dão continuidade no ensino a distância.

DECRETO DE GUARAPUAVA FLEXIBILIZA MEDIDAS CONTRA A COVID-19

A prefeitura de Guarapuava justifica essa flexibilização pelos números da covid-19. A administração municipal argumenta que a curva de incidência da doença confirma o sucesso das medidas locais no enfrentamento à pandemia.

“No Paraná, a cidade mantém desde março um dos coeficientes de incidência de Covid-19 mais baixos do Estado. Com relação ao panorama nacional, a atualização dos números também aponta Guarapuava como destaque no enfrentamento”, diz a prefeitura.

Por fim, a prefeitura ainda destaca que Guarapuava registra o menor coeficiente de mortalidade por Covid-19 em um comparativo com outros municípios brasileiros com população igual ou superior a 100mil habitantes (totalizando mais de 300 municípios do país). Os dados se referem à primeira quinzena deste mês.

De acordo com o último boletim da Sesa (Secretaria de Estado da Saúde), Guarapuava tem oito mortes e 634 casos de covid-19.

Previous ArticleNext Article