Guaratuba, a primeira cidade inteligente do Brasil

Pedro Ribeiro


Em Guaratuba, a partir de agora, se uma lâmpada da iluminação pública estiver queimada, piscando ou acesa durante o dia, ela será automaticamente regulada através do gerenciamento de sistema tecnológico dentro do conceito de cidade inteligente, instalado pela empresa SmartGreen. Na esteira dessa rede, que controla o sistema de iluminação, está, também, o controle do consumo de água e energia, o que poderá baratear o custo em até 50% para o poder público municipal.

Guaratuba, no litoral paranaense, é a primeira cidade inteligente do Brasil ao custo que significaria mais barato dentro deste conceito de uma cidade semelhante no mundo, afirma Airton Hess Junior, diretor de Tecnologia da SmartGreen. “Nosso sistema de conectividade pode transformar toda a cidade, desde uma ciclovia até o plantio de uma árvore e o controle de gastos excessivos de todos os prédios públicos”, disse.

A partir do Centro de Controle de Operações (CCO) da SmartGreen, a cidade toda é monitorada, inclusive a frota municipal de veículos. “Nossa tecnologia de conectividade é ajustada à realidade das cidades brasileiras”, observa Airton Hess Junior.

Confira a entrevista:

Previous ArticleNext Article
Pedro Ribeiro
Pedro Ribeiro, jornalista editor-chefe do Paraná Portal