Guaratuba tem surto de casos de diarreia e vômito; Sanepar nega água contaminada

A Prefeitura de Guaratuba, um dos principais municípios do litoral do Paraná, divulgou hoje que o Pronto Socorro Municip..

Redação - 04 de janeiro de 2022, 15:47

(Divulgação/Prefeitura de Guaratuba)
(Divulgação/Prefeitura de Guaratuba)

A Prefeitura de Guaratuba, um dos principais municípios do litoral do Paraná, divulgou hoje que o Pronto Socorro Municipal tem registrado um número elevado de pacientes com quadro de diarreia e vômito. Com o aumento da população na região durante as últimas semana, foi verificado o crescimento de 80% dos atendimentos com esses sintomas, segundo o secretário da Saúde, Gabriel Modesto.

Com os aumentos da gripe H2N3 e dos casos de covid, a Secretaria de Saúde está procedendo com a coleta de material para determinar qual tipo de vírus está circulando e qual é a sua fonte. Quando ocorrem vários casos na cidade, sem um fator determinante, sempre é atribuído à uma epidemia de algum tipo de vírus, tal situação já foi registrada em anos anteriores, sobretudo no período de verão.

Em decorrência deste aumento súbito de pacientes com diarreia e vômito, houve tempo maior de espera para o atendimento, mesmo com a presença de mais médicos. Todos os pacientes foram atendidos e receberam tratamento adequado, com prioridade para os casos de emergência como infartos, cortes com sutura, vítimas de acidentes, afogamentos entre outros.

O secretário afirma que trabalhou em conjunto com a equipa para reforçar a estrutura e melhorar o tempo resposta no atendimento, com a elaboração de um Plano de Contingência da Secretaria Municipal da Saúde para o atendimento a estes pacientes. Foram adotadas as seguintes medidas:

  • Foi alterado o fluxo do Pronto Socorro, com um novo espaço destinado para observação dos casos de diarreia e vômitos e soroterapias;
  • O atendimento pediátrico no Hospital Municipal, antiga Santa Casa, foi reforçado e atenderá crianças de 0 a 12 anos, de segunda a sexta feira, em horário comercial;
  • As Unidades Básicas de Saúde prestarão atendimentos aos pacientes de suas áreas de abrangência.

Os médicos Pronto Socorro Municipal de Guaratuba e a Vigilância Sanitária recomendam uma maior higiene das mãos, evitar tocar o rosto com as mãos sujas ou não lavadas; usar álcool em gel; frequentar estabelecimentos cuja higiene seja comprovada por meio da licença sanitária; evitar ao máximo ingerir água do mar ou de rios; evitar alimentos gordurosos; fazer a limpeza da caixa d’agua e armazenar os alimentos refrigerados corretamente.

Além disso, os especialistas também ressaltam que a hidratação e reidratação em casos de diarreia e vômito são importantes. Em último caso, procure por atendimento médico, no Pronto Socorro, Unidades Básicas de Saúde e Hospital Municipal.

SANEPAR NEGA CONTAMINACAO NA ÁGUA DE GUARATUBA

Após comentários nas redes sociais, a Sanepar negou que a água distribuída em Guaratuba esteja contaminada. Em nota, a companhia afirma que ''atesta e garante a qualidade do produto oferecido para a população e lembra que é responsabilidade do morador manter a caixa d ‘água limpa a vedada".

Além disso, a Sanepar ainda destacou que divulgar notícia falsa é crime e que "tomará medidas judiciais relacionadas a estas fake news".

Em caso de dúvidas sobre os serviços da, os clientes devem entrar em contato pelo telefone 0800 200 0115, pelo site www.sanepar.com.br ou por meio do aplicativo Sanepar Mobile.