Guardas municipais que foram flagrados agredindo homem são exonerados

Fernando Garcel

Os três guardas municipais envolvidos no episódio de agressão contra um homem, em Cascavel, no Oeste do Paraná, em dezembro do ano passado, foram exonerados após a Comissão de Sindicância que apurou o caso.

“Os três guardas municipais que foram flagrados por câmeras de segurança agredindo um cidadão cascavelense em via pública no dia 22 de dezembro já não fazem parte do quadro de servidores do Município de Cascavel. Com base no parecer da Comissão de Sindicância que apurou o episódio, o prefeito Leonaldo Paranhos assinou no início da noite de ontem (12) o Decreto de Demissão dos servidores, que será publicado oficialmente no órgão oficial desta quinta-feira (14)”, diz a nota.

Uma câmera de monitoramento registrou toda a ação dos guardas municipais. Eles abordaram a vítima que estava em uma moto, ele desce, retira o capacete, levanta os braços e na sequência leva um soco. O homem não reage e continua a levar socos, chutes e pontapés. Depois das agressões, ele entrega documentos, é revistado e levado pelos guardas. Veja:


A situação aconteceu no cruzamento das ruas Pernambuco com Jorge Lacerda, na região central de Cascavel. A câmera de segurança que flagrou tudo é de um estabelecimento comercial. Em entrevista à TV Tarobá, afiliada da TV Bandeirantes, o jovem relata que os guardas teriam utilizado ainda gás de pimenta, e que a todo momento repetiam “que ele iria aprender a respeitar a GM”.

Os guardas estavam afastados das ruas desde o início da investigação e do processo administrativo.

Ouvido na época, Júlio Morback, advogado de defesa do rapaz que foi agredido, afirma que os guardas cometerem, pelo menos, quatro crimes, entre eles as informações falsas repassadas pelos oficiais em boletim de ocorrência registrado e também as lesões corporais.

Post anteriorPróximo post
Comentários de Facebook