Homem que agrediu médico em Curitiba responderá pelo crime em liberdade

Redação

Homem que agrediu médico em Curitiba responderá pelo crime em liberdade

O homem que agrediu um médico na UPA (Unidade de Pronto Atendimento), no bairro Sítio Cercado, em Curitiba, foi autuado na noite desta quinta-feira (9) pela PCPR (Polícia Civil do Paraná).

O suspeito irá responder em liberdade pelos crimes de lesão corporal dolosa e por ter  infringido determinação do Poder Público, destinada a impedir a propagação de doença contagiosa.

A agressão na UPA do Sítio Cercado ocorreu nesta quarta-feira (8), quando o homem de 40 anos foi informado que teria que ser internado por demonstrar sintomas de contaminação pelo novo coronavírus (Covid-19). O suspeito teria dado um soco no médico residente e tentando agredir guardas municipais.

Além disso, o homem também cuspiu em médicos e enfermeiros, colocando em risco a saúde dos profissionais da saúde. Em depoimento aos agentes da Polícia Civil no Hospital Evangélico (aonde está internado), o suspeito negou ter realizado essa ação.

A justificativa do homem para a agressão foi que ele teria uma mudança de residência no próximo sábado e que por isso não poderia ficar internado. Segundo a Secretaria Municipal da Saúde, o suspeito sofre de histórico de transtorno mental.

Caso seja condenado, o homem pode cumprir pena somada de três meses até dois anos de detenção, além do pagamento de multa.

Previous ArticleNext Article