Homem com deficiência mental é encontrado acorrentado e abandonado

Fernando Garcel


Um homem de 35 anos foi encontrado acorrentado à própria cama em condições desumanas em Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná, nesta quinta-feira (21).

Emerson Figueiredo sofre de problemas mentais e era cuidado pelos pais. Porém, o pai faleceu há cerca de oito meses e a mãe sofreu um derrame seguido de um Acidente Vascular Cerebral (AVC) há um mês e recebe cuidados de um outro filho.

Desde que a mãe ficou com a saúde debilitada, Emerson recebeu cuidados de uma cunhada que mora na região, mas ficou acorrentado dentro de casa, um costume da família que já dura anos.

De acordo com vizinhos, as correntes eram necessárias porque ele é agressivo. Por conta dos problemas psiquiátricos, o homem toma 28 comprimidos diariamente.

remediosIndignados com a situação, vizinhos fizeram uma denúncia à Polícia Militar. No local, os policiais acionaram equipes do Samu e da Secretária de Assistência Social para encaminha-lo ao Hospital Municipal, onde foi medicado e passa bem. De acordo com a Assistência Social de Foz, um sobrinho de Santa Catarina se prontificou e deve ir à Foz do Iguaçu para cuidar do tio.

“A gente só assume o atendimento de uma pessoa com transtorno se ela não tiver família. Neste caso, ele tem família, tem vários irmãos, tem vários parentes, então o objetivo é focar no atendimento familiar. Dar apoio a essa família para que eles fiquem com o atendimento a ele”, diz a coordenadora de Proteção Social Especial Rosemary Teixeira. Segundo ela, caso ninguém queira assumir os cuidados de Emerson, o Ministério Público será acionado.

Confira na reportagem da TV Tarobá

Previous ArticleNext Article