Homem é condenado a quase 23 anos por matar a ex-sogra

Francielly Azevedo

Um homem foi condenado a 22 anos e nove meses de prisão em regime fechado por ter assassinado a mãe da ex-companheira em dezembro de 2015. A sentença foi determinada pelo Tribunal do Júri de Curitiba. De acordo com as investigações do Ministério Público do Paraná, o crime aconteceu na casa da ex-companheira, que foi atacada porque o réu não aceitava o fim do relacionamento

Após agir violentamente contra a moça, a esfaqueando no rosto, o homem atacou a ex-sogra, na frente da filha do casal, na época com oito meses. Ao gritar por socorro e tentar impedir o agressor, a vítima acabou morta pelo condenado.

Todas as alegações da defesa foram recusadas pelos jurados, que acataram a tese do Ministério Público, qualificando os homicídios como feminicídio e por motivo torpe (no caso tentado) e também como feminicídio e com o objetivo de assegurar da impunidade do outro crime (no caso do consumado). O réu já estava preso e não poderá recorrer em liberdade.

**Com informações do Ministério Público do Paraná**

Previous ArticleNext Article
Avatar
Jornalista, formada pela Universidade Tuiuti do Paraná. Tem passagens pela TV Educativa, TV Assembleia, TV Transamérica, CATVE, Rádio Iguassu e Folha de Londrina. Atualmente trabalha no Paraná Portal e na Rádio CBN.