Homem que enviava caixas vazias para clientes após venda on-line é preso

Redação


Um homem suspeito de negociar produtos de informática pela internet e enviar caixas vazias aos clientes foi preso nesta terça-feira (8), em Maringá, na região norte do Paraná.

A investigação foi iniciada nos primeiros meses de 2020 pela PF (Polícia Federal), porém, as práticas de fraude aconteciam há, pelo menos, seis meses.

HOMEM ANUNCIAVA PRODUTOS NO MERCADO LIVRE E, APÓS VENDA, ENVIAVA CAIXAS VAZIAS PARA CLIENTES

De acordo com a PF, o homem, de 42 anos, anunciava os produtos fictícios de informática em sua loja virtual, que estava hospedada no site Mercado Livre e, após os clientes pagarem pelos produtos, ele enviava uma caixa vazia, sem a mercadoria.

Para não ser descoberto pelo site, o homem utilizava um código de postagem válido, dando a impressão de que efetuou a entrega da mercadoria da encomenda. Assim, ele gerava prejuízo ao Mercado Livre e aos Correios.

O homem fez, pelo menos, 1,3 mil entregas fraudulentas em seis meses. Para constar peso, o homem colocava pedaços de persianas quebradas ou CDs.

Ainda segundo informações da PF, o homem foi preso enquanto postava novas encomendas fraudadas. Ele irá responder pelos crimes de falsificação e estelionato qualificado.

Divulgação/PF
Previous ArticleNext Article