Homem suspeito de atacar policiais com fogos de artifício é preso em Curitiba

Foi preso em Curitiba um homem de 23 anos suspeito de atacar policiais militares com fogos de artifício durante o Réveil..

Redação - 15 de janeiro de 2022, 16:25

Reprodução
Reprodução

Foi preso em Curitiba um homem de 23 anos suspeito de atacar policiais militares com fogos de artifício durante o Réveillon, em Rio Branco do Sul, na região metropolitana. O mandado de prisão por tentativa de homicídio foi cumprido nesta sexta-feira (14).

De acordo com o 22°BPM (22º Batalhão de Polícia Militar), o homem foi encontrado no bairro Pinheirinho, na região sul da capital. Ele foi encaminhado para a Cadeia Pública do município.

O suspeito era procurado desde o Ano-Novo, quando uma equipe de policiamento preventivo foi surpreendida pelo ataque com fogos de artifício. O homem foi identificado a partir do trabalho do Departamento de Inteligência da PM.

“O cumprimento de mandado judicial é importante para deixar claro que não será aceita nenhuma tentativa de violência ou ameaça aos policiais militares, pois o lugar da PM é junto com a população para protegê-la”, disse o coordenador de Policiamento de Unidade (CPU) do 22º Batalhão, tenente Maximiano Gabriel da Silva.

Segundo a corporação, o ataque aos policiais militares com fogos de artifício poderia ferir cidadão que estavam no local para celebrar a chegada de 2022.

“Agradecemos o apoio do Ministério Público de Rio Branco do Sul, pois graças às denúncias e indícios coletados, conseguimos chegar à autoria desse ataque e evitar que o anonimato o deixasse impune”, concluiu o coordenador.